top of page
  • Foto do escritorPará Comunica

Busca por carro elétrico dispara no Brasil, de acordo com pesquisas do Google

Alternativa aos veículos movidos a álcool e gasolina, o carro elétrico pode ser uma saída para driblar o preço do petróleo


(Crédito da foto: Divulgação)

Com o preço da gasolina a quase R$10 em alguns Estados brasileiros, a alternativa é buscar por soluções inteligentes. Mesmo com a promessa de redução de preços, para os próximos dias, o brasileiro não quer mais levar sustos quando entrar em um posto de gasolina. Em uma pesquisa realizada no Google Trends, nos últimos 12 meses, ficou claro que a busca por carros elétricos aumentou significativamente a partir de maio de 2022. Época em que os preços da gasolina dispararam. JAC e CAOA são as marcas mais buscadas No país, Sergipe, Alagoas, Tocantins, Pernambuco e Rondônia, foram os 5 mais relevantes neste aumento de busca. As marcas mais buscadas foram JAC e CAOA Cherry, que têm trabalhado bastante em marketing para este tipo de veículo. Como funciona um carro elétrico? Diferente de um motor a combustão, os carros elétricos utilizam motores elétricos. Convertem energia elétrica em mecânica. Para acontecer, são necessários 4 componentes básicos: bateria, inversor, motor de indução e sistema de recuperação de energia. São mais simples. Não precisam, também, de peças como bombas de água, velas, fios, cabos, entre outras peças que acabam deixando a manutenção mais cara. Apesar de serem mais caros na hora da compra, a manutenção dos carros elétricos pode ficar ainda mais barata que os movidos a combustíveis fósseis. Isso porque, para funcionar, eles precisam de menos peças e componentes como velas de ignição, óleo lubrificante e fluido de arrefecimento do motor são dispensáveis. Os carros elétricos podem ser carregados no sistema elétrico doméstico. Normalmente, eles são vendidos já com o plugin de carregamento. Eles demoram entre 8 e 10 horas para ficarem com a bateria totalmente carregada. Não dão choque e ao longo do tempo podem se tornar mais econômicos que os carros movidos a gasolina ou álcool.


Por Assessoria de Imprensa

Comments


bottom of page