top of page
  • Foto do escritorPará Comunica

Dá tempo de ver a aurora boreal ainda em 2022

Marco Brotto, conhecido como O Caçador de Aurora Boreal, explica como ver o fenômeno este ano


Marco Brotto na Aurora Boreal do Alaska (Crédito da foto: Divulgação)

Do final de agosto até metade do mês de abril é o período ideal para ver a aurora boreal, um fenômeno de luz que acontece nos países do Círculo Polar Ártico e que é o sonho de milhões de pessoas pelo mundo. Mas como ver ainda em 2022 uma aurora boreal? Para Marco Brotto, conhecido como O Caçador de Aurora Boreal, com planejamento e organização financeira é possível realizar o sonho a partir de setembro.

“O primeiro passo é fazer o passaporte, verificar vistos vacinas e se planejar com responsabilidade e segurança . O fenômeno não é tão fácil de ser visualizado, conheço inúmeros casos de brasileiros que foram sem o respaldo de um especialista e não viram nada. Infelizmente é o que ocorre na maioria das vezes, as pessoas retornam sem a verdadeira experiência da Aurora Boreal”, conta Brotto. Com 100 expedições em busca das luzes do Norte, o brasileiro Marco Brotto coleciona a incrível marca de ter visualizado o fenômeno em todas as suas viagens.

Em razão da localização dentro da Faixa Auroral, Alaska (EUA), Canadá, Islândia, Groenlândia , Finlândia, Noruega, Suécia são os países onde é mais provável ver uma aurora boreal e a passagem para estes destinos custa, em média, entre R$ 7 e R$ 10 mil. Para uma viagem de uma semana, Brotto recomenda levar uma quantia de cerca de US$ 100 diários para alimentação. "É difícil prever gastos com bebidas alcoólicas e presentes por ser muito pessoal", diz.

Segundo ele, fechar um pacote será sempre mais seguro e confortável. "Uma agência séria vai oferecer os melhores hotéis, transporte adequado com autorização, já que é proibido dirigir sem habilitação específica, experiências gastronômicas, entradas nos passeios. Além de poder proporcionar a busca da tão sonhada visualização da aurora boreal”, finaliza o Caçador, que comanda a Marco Brotto Expeditions.


Por Assessoria de Imprensa

Comments


bottom of page