top of page
  • Foto do escritorPará Comunica

Dicas de segurança para os adolescentes

Empresa de segurança indica medidas preventivas aos jovens, que hoje estão entre as principais vítimas da violência


É importante não deixar os pertences pessoais visíveis (Crédito da foto: Freepik)

São Paulo, maio de 2022 – Segundo o Unicef (Fundo das Nações Unidas para a Infância), entre 2016 e 2020, 35 mil crianças e adolescentes, entre 0 e 19 anos, foram mortos por violência no Brasil, uma média de 7 mil por ano.


O Panorama da Violência Letal e Sexual contra Crianças e Adolescentes no Brasil, lançado pelo Unicef e pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública em outubro de 2021, corrobora os dados sobre violência contra os jovens com uma análise inédita de boletins de ocorrência das 27 unidades da Federação e demonstra que adolescentes morrem, em sua maioria, fora de casa, vítimas da violência urbana e do racismo.


O estudo aponta ainda que o adolescente é a principal vítima de mortes violentas e que das 35 mil mortes violentas de pessoas até 19 anos, identificadas entre 2016 e 2020, mais de 31 mil tinham entre 15 e 19 anos.


Uma das recomendações do Unicef é que, para prevenir e responder à violência, é importante garantir que crianças e adolescentes tenham acesso à informação, conheçam seus direitos, saibam identificar diferentes formas de violência e pedir ajuda.


Para Vinicius Freitas, Diretor de Operações do GRUPO GR, uma das maiores empresas de segurança do país, “levantamentos como esse ajudam a entender o cenário e a tomar medidas preventivas, que garantam mais segurança às famílias e aos jovens”.


Freitas aponta que hoje os adolescentes, em especial os que frequentam locais públicos, são alvos de furto de celulares e pequenos pertences, como relógios, joias, tênis, além de sofrerem de sequestros relâmpagos e aplicação de golpes de Pix. “A regra de ouro para detectar esse tipo de golpe é desconfiar quando a ‘esmola’ for grande demais. Os familiares precisam trocar informações com esses jovens sobre as situações cotidianas de segurança, em um diálogo aberto e participativo, sem intimidar com broncas, para que os jovens não mintam sobre as situações ou omitam fatos. O ideal é criar uma orientação diária e repetitiva para uma cultura natural de segurança”, explica.


Ele comenta ainda que os locais e horários mais visados para a abordagem costumam ser entrada e saída de residências, escolas, academias e pequenos eventos isolados em estabelecimentos comerciais, entre 6 e 9 horas, 11 e 14 horas e 18 e 21 horas. “Além disso, é necessária a atenção aos locais com mais de duas opções de rota de fuga, com baixa iluminação pública durante a noite e com carência de policiamento.”


E recomenda que, para não chamar a atenção dos bandidos, é importante não deixar os pertences pessoais visíveis, conhecer o local aonde vai, vestir roupas e pertences compatíveis e ficar atento. Em caso suspeito, procurar pontos de apoio, como comércios, locais com movimentação de pessoas e a base policial.


Nos casos de tentativa de assalto, que têm sido muito frequentes nas cidades, Freitas orienta a manter a calma, comunicar os movimentos ao assaltante para não instigar uma reação, jamais reagir, evitar encarar o ladrão e não o confrontar ou tentar convencê-lo de algo. “Nunca se deve pagar para ver se a arma do criminoso é de verdade ou não. A vida vale muito mais do que qualquer coisa que o criminoso venha a roubar.”


Ele ainda recomenda que, caso o jovem seja abordado, relate o ocorrido e abra um Boletim de Ocorrência para que a Secretaria de Segurança Pública, com dados de localidade de maior reincidência, possa planejar e promover o posicionamento das viaturas policiais e realize a ronda preventiva.

Sobre o GRUPO GR

O GRUPO GR é referência nacional na prestação de serviços especializados de Segurança Patrimonial, Portaria, Controle de Acesso, Bombeiro Civil, Recepção, Limpeza, Segurança Eletrônica e atende condomínios (residenciais e comerciais), indústrias, hospitais, shopping centers, instituições de ensino, sites logísticos, redes de lojas, construtoras, facilities e empresas de vários segmentos em todo o Brasil. Atuante no mercado desde 1992, possui sede na capital paulista.



Por Assessoria de Imprensa

Comments


bottom of page