top of page
  • Foto do escritorPará Comunica

Em sua fase mais expressiva, Vitão lança "TODA MANHÃ: ATO 1"

Com seis faixas, o lançamento será nesta sexta-feira (14)

Capa “TODA MANHÃ: ATO 1”, Crédito da foto: divulgação.

Nesta sexta-feira, 14 de abril, Vitão inaugura uma das fases mais importantes de sua carreira com a estreia de “TODA MANHÃ: ATO 1”. O lançamento conta com 6 faixas das 19 que totalizam o projeto dividido em três atos. Cada uma das canções retrata ciclos, que se começam e encerram ao final da última batida. A produção marca o começo de uma era única do artista, carregando sonoridades jamais trabalhadas pelo músico. É um disco de gênero fluido com uma grande balada musical que bebe de muitas fontes, ritmos e estilos, além de ousar e transbordar nas letras e acordes os sentimentos mais doces e amargos de Vitão. Segundo o multiartista, nos últimos meses, ele trabalhou e estudou as mais diversas formas de artes, o que resultou em um produto que traz uma expressão genuína de si e das suas experiências. Fluído, com maquiagem ou sem, com vestido, saia ou barba. Transita pelo Rock, baião e MPB. Nos versos das canções, passa entre o galã e o vilão, o herói e gênio do crime.

“Minha intenção com esse álbum é fazer com que o público me veja por outros ângulos, encarnando diferentes personagens de mim mesmo. Grande parte do disco é produzida por mim, o que o torna um pouco mais autoral do que tudo que eu já fiz até hoje. Quero surpreender, me reinventar, trazer brilho para os olhos e ouvidos de quem se deparar com esse trabalho.” conta, Vitão. O videoclipe da faixa foco “Toda Manhã”, chega no canal do Youtube do cantor a partir das 11h. Gravado em São Paulo e com participação da cantora Day, o trabalho mostra o novo visual do Vitão, após raspar o cabelo. Confira: https://presave.umusic.com/todamanha O segundo ato do projeto estará disponível em maio e o terceiro em junho. Sobre cada faixa do primeiro ato, por Vitão:

Baião Recado inicial do disco, minha leitura sobre o universo do baião e do forró já como um aviso do que vem pela frente no disco. Quando tive a oportunidade de encontrar o grande mestre Gilberto Gil a algum tempo atrás, tive a honra de dizê-lo que a primeira faixa do meu álbum novo traria sonoridades profundamente inspiradas em sua obra. A música foi escrita em parceria com Mariana Nolasco e Gabriel da Big Up. A voz doce da Mariana me remeteu muito à leveza brincalhona das músicas de festa junina. BAIÃO é uma alegre poesia infantil e uma carta de amor muito quente e sensual ao mesmo tempo, pode trazer muitos universos simultaneamente trazendo com clareza e sensibilidade o conceito do disco. Toda Manhã Eu diria que ‘Toda Manhã’ é o mais próximo que eu já cheguei até então do suingue de nosso mestre Michael Jackson, uma das minhas maiores referências na música desde criança. Produzi a música numa tarde aqui em casa enquanto mostrava todo o processo de criação nos stories, usando beat box, gravando suspiros, beijos, estalos e muita guitarra como sempre. A faixa traz o nome do disco. “Toda Manhã” é um mantra, todas as manhãs trazem novos ares, climas, cores, possibilidades, vontades e ideias diferentes. Mas especificamente nessas letras eu falo sobre relacionamentos para os quais nos doamos profundamente e as dificuldades de viver um relacionamento entre duas celebridades. Coisa de Mulher Coisa de mulher nasceu do núcleo de amor e amizade entre eu, Srta. Paola e Douglas Moda, grandes amores da vida e da estrada. Eu mostrei uns acordes no violão para o Douglas que já se animou e começou a fazer o beat, enquanto a Paola teve a ideia de fazermos uma música que exaltasse a mulher e sua força. Eu me encantei com aquilo e comecei a fazer um refrão que ironiza o velho e machista ditado “coisa de mulherzinha”, brincando com a realidade onde na verdade “coisa de mulher” ainda é justamente ser mais forte e resistente que o mundo e nadar contra a correnteza ao invés de ser fraca como o velho ditado propõe. Minha avó Marlene também estava presente na sessão que fizemos aqui em casa depois do nosso almoço em família que acontecia naquele domingo agradável, trazendo a sabedoria que precisávamos para a sessão. Ivete Sangalo, nossa rainha nos deu a honra de gravar esse refrão maravilhosamente com sua voz imponente que trouxe a força feminina que a música precisava ter. Veveta trouxe grandiosidade para a música. Um tempo depois minha amiga Suelen Gervásio também me passou mais visões importantíssimas que fizeram com que a música se tornasse mais abrangente para todas as mulheres. Espero que essa música possa ajudar nas mudanças necessárias pelas quais o mundo precisa passar. O Sol Se Foi Essa música é uma das mais antigas do álbum, eu fiz ela assistindo a um pôr do sol em 2020. É aquela boa e velha música de amor que não pode faltar em um álbum meu. Também produzida por mim, ela traz a surpresa de um beat pesado e um 808 após uma longa introdução com violões que buscam referências de Caetano e Gil. Na nossa audição com a gravadora, Paulo disse que sentiu nessa música um resgate das minhas raízes de estética musical. Nessa música faço referência a letra de “Rapte-me Camaleoa” do Caetano, além de citar nomes de grandes referências minhas como Tim Maia e Djavan. Depois de finalizar esse beat tive a ideia de pedir para o Maycon Ananias um arranjo de orquestra que acompanhasse a música. Ele escreveu o arranjo lindamente além de gravar um belo órgão na faixa. Ela Faz Ioga Ela faz ioga é um samba rock apaixonado que fala sobre uma professora de ioga que conheci no Rio de Janeiro. A música traz um ar de respiro e reflexão sobre a vida e meus desejos, medos e dificuldades. Produzida por mim e Adelino Costa, nosso charmoso baterista, ‘ela faz ioga’ traz referências melódicas de Jorge Benjor, Seu Jorge e muitos gênios e gênios da nossa música brasileira. A faixa também traz os apaixonantes vocais da Srta. Paola que se destacam e brilham no meio do todo. Queria Te Dizer Essa é uma composição minha e da Luisa. Ela, assim como eu, sempre se mostrou super sensível, alguém que sente a dor do amor. A gente quis botar isso na letra. A partir das vivências de cada um, conseguimos entregar um refrão muito gostoso e sofrido. Os fãs podem esperar uma conexão viva, que é o que teremos bastante no álbum. Ele traz de todas as maneiras possíveis as minhas ligações com essas pessoas que estão fazendo parte e participando do disco. Traz algo muito verdadeiro, genuíno. Essa música encerra o primeiro ato, reforçando o tom de todo o disco. Tracklist: 01 - Baião Nascimento - part. Mari Nolasco 02 - Toda Manhã 03 - Coisa de Mulher - part. Ivete Sangalo 04 - O Sol Se Foi 05 - Ela Faz Ioga 06- Queria Te Dizer - part. Srta Paola



Por assessoria de imprensa.

コメント


bottom of page