top of page
  • Foto do escritorPará Comunica

Especialista na Creator Economy dá dicas para vender conteúdo no digital

Entenda porquê monetizar seu negócio na internet requer planejamento e uso de ferramentas específicas

Crédito da foto: Divulgação.

2022 - O universo digital se tornou a principal vitrine para criadores(as) de conteúdo compartilharem seus talentos e trocarem experiências sobre os mais variados temas: o objetivo é transformar a audiência em renda. Esse mercado, chamado de Creator Economy, foi acelerado pela pandemia e vem mudando a maneira de fazer negócio, seja para vender cursos, realizar workshops ou mentorias.

Uma pesquisa da SignalFire, empresa de Venture Capital, mostrou que 50 milhões de pessoas no mundo se consideram creators ou influenciadoras digitais. No Brasil, são 9 milhões de profissionais somente no Instagram.

Segundo o CEO da Livus, plataforma para a criação e monetização de conteúdo digital, Alexandre Alvares, muitos desses profissionais ainda não sabem como gerar lucro e ganhar a vida fazendo aquilo que amam. “É preciso entender como se colocar na internet para atrair o público e vender um produto que se encaixa tanto com seus conhecimentos como com as necessidades de sua audiência”, explica.

Para ajudar quem sonha em fazer carreira com serviços na internet, mas não sabe por onde começar ou sente dificuldades em mexer nas ferramentas oferecidas pelo mercado, o especialista Alexandre preparou algumas dicas.

Confira a seguir:

Explore a demanda, as necessidades da audiência e defina o seu produto Conhecer bem o mercado em que atua é fundamental para qualquer tipo de negócio. No caso de quem trabalha com produção de conteúdo, isso se torna crucial para engajar o público-alvo e fazer com que cada vez mais pessoas consumam seus serviços digitais. “Se você já cria conteúdo e tem uma audiência engajada, existe um espaço muito poderoso de abrir um canal de conversa com essas pessoas para entender suas realidades e desafios e a partir disso, com certeza aparecerão diversas oportunidades de produtos”, diz Alvares.

Comece com um produto enxuto Após descobrir que existe um determinado grupo de pessoas com interesse pelos assuntos que você pretende vender na internet, é hora de estruturar seu curso, workshop ou mentoria. Segundo o especialista, uma grande dificuldade está em como criar e estruturar seu primeiro produto. “As plataformas que o mercado oferece são complexas e pouco amigáveis a quem está no início da jornada”, conta Alexandre. Mesmo que você tenha as melhores ideias e conhecimento suficiente, tornar seu sonho realidade requer planejamento e estratégia. “Procure ferramentas que facilitem a construção do seu curso. Vale também pedir ajuda de um especialista em produção de conteúdo e monetização”, completa. Construa uma estratégia de vendas adequada A conexão entre as necessidades da audiência e a sua solução formam a proposta única de valor. Para atrair potenciais leads, existem várias ferramentas disponíveis que possibilitam levar seu produto para o conhecimento do público. “Se você conhece quem tem a necessidade, pelo menos 10% dela está interessada em comprar”, analisa Alexandre. Depois de definir a ferramenta que mais faz sentido para o seu negócio, a estratégia é construir uma comunicação adequada e mostrar para quem precisa dessa solução. Em seguida, começar a divulgar, criar conteúdos e escolher uma data de lançamento. “Encontrar uma plataforma que te auxilie tanto na construção do produto como que também possa te ajudar com a estratégia de vendas é também um bom caminho a se procurar em alguns casos”, finaliza.

Sobre a Livus A Livus é uma creator economy que oferece plataforma para a criação e venda de cursos, mentorias e workshops online e acredita no mundo onde as pessoas possam viver fazendo o que amam. A marca foi criada por quatro ex-executivos e sócios do Banco Neon, Alexandre Alvares, Luciano Sugiura, Guilherme Lorensini e Guilherme Rovai com o propósito de ajudar os criadores e criadoras que estão no início da jornada de monetização a avançar com seus talentos para venderem cursos, workshops e mentorias online, ao vivo e em turma.


Por Assessoria de Imprensa.


Comments


bottom of page