top of page
  • Foto do escritorPará Comunica

Futebol e Modernismo são tema do segundo episódio do Podcast Futebóis, do Museu do Futebol

Com participação de Guilherme Wisnik e Bernardo Buarque de Holanda, episódio "O futebol e a ideia de Brasil moderno" fala sobre as relações entre a modalidade mais popular do país e o movimento artístico

Museu do Futebol (Crédito da foto: Divulgação).

Macunaíma e Garrincha, Menotti Del Pichia e Friedenreich. Modernismo e futebol sempre estiveram entrelaçados e tiveram papel fundamental na construção de uma identidade nacional ao longo do século XX. Para trazer à tona essas relações entre a modalidade, o movimento artístico e a sociedade brasileira, o Museu do Futebol lança o segundo episódio do Podcast Futebóis, com o tema: “O futebol e a ideia de Brasil moderno”. Ele já está disponível nas principais plataformas e pode ser acessado através deste link.


O episódio transporta o ouvinte para o século passado, inicialmente em 1922, quando Modernismo e futebol estiveram literalmente lado a lado, separados pelo Vale do Anhangabaú. Em pouco mais de 25 minutos, o podcast traz exemplos de como a modalidade foi retratada pelos autores da época, destacando a sua importância na definição do “ser brasileiro”.


Participam do episódio o historiador Bernardo Buarque de Holanda e Guilherme Wisnik, curador da exposição temporária “22 em Campo”, que está em cartaz no Museu do Futebol e fala justamente sobre o tema descrito acima ao longo de 22 módulos interativos.


“O Modernismo foi um movimento que prefigurou a urbanização e a massificação brasileira, isto é, a modernização do país. Esse movimento de artistas tentou dar conta de um processo, no início dos anos 20, que estava se vendo, em que o Brasil, assim como o resto do mundo, estava se modernizando e precisava se modernizar. Portanto precisava se modernizar de uma certa maneira, que eles pensaram que fosse uma modernização não conservadora, includente, que figurasse a cultura do país como feita de muitas raças, etnias, línguas, religiões... De muitas culturas misturadas”, pontua Wisnik. “A ideia que está no fundo da exposição é de que aquele processo de modernização inclusivo e democrático, figurado pelos artistas modernistas, veio a se realizar, de certa forma, no futebol”.


Este é o segundo de cinco episódios da primeira temporada do Podcast Futebóis, que serão lançados até o final deste ano. O primeiro falou sobre Diversidade em Campo, enquanto o próximo, que será lançado em breve, vai se debruçar sobre o futebol de amputados.

SERVIÇO

Podcast Futebóis - acesse aqui

Museu do Futebol

Praça Charles Miller, s/n - Pacaembu - São Paulo De terça a domingo, das 9h às 18h (entrada permitida até as 17h) Toda primeira terça-feira do mês, até as 21h (entrada até 20h) R$ 20,00 (inteira) e R$ 10,00 (meia) Crianças até 7 anos não pagam Grátis às terças-feiras Garanta o ingresso pela internet: https://bileto.sympla.com.br/event/67330 Estacionamento com Zona Azul Especial – R$ 5,75 por três horas

SOBRE O MUSEU DO FUTEBOL

Localizado numa área de 6.900 m² no Estádio Municipal Paulo Machado de Carvalho – o Pacaembu, o Museu do Futebol foi inaugurado em 29 de setembro de 2008 e é um dos museus mais visitados do país. Sua exposição principal, distribuída em 15 salas temáticas, narra de forma lúdica e interativa como o futebol chegou ao Brasil e se tornou parte da nossa história e nossa cultura. É um museu da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Governo do Estado de São Paulo, concebido pela Fundação Roberto Marinho e administrado pela Organização Social de Cultura IDBrasil Cultura, Educação e Esporte.


PATROCÍNIOS E PARCERIAS

A Temporada 2022 do Museu do Futebol tem patrocínio máster da Goodyear. Os patrocinadores são: EMS Farmacêutica, Movida Aluguel de Carros e Grupo Eurofarma. Tem como apoiadores: Evonik Brasil, Syngenta, Yamaha e Lojas Torra; e como empresas parceiras: Banco Safra, Eaton, Perfetti Van Melle Brasil e Grupo Zanchetta. A Rádio CBN, UOL, Revista Piauí, Gazeta Esportiva, e Guia da Semana, Dinamize e JCDecaux são seus parceiros de mídia. A Temporada é realizada por meio da Lei Federal de Incentivo à Cultura.


Por Assessoria de Imprensa.

Comments


bottom of page