top of page
  • Foto do escritorPará Comunica

Indústria de Barcarena bate recorde na fabricação de liga para o setor automotivo

O PFA, lingote com liga de silício, é bastante usado pela indústria automotiva e 100% da produção da Albras é fornecida ao mercado interno

Crédito da foto: Comunicação Albras.

Dois anos após lançar ao mercado a liga PFA (Primary Foundry Alloy, ou Liga de Alumínio Primário em inglês), a Albras já ampliou em quase 100% a produção do metal, que é utilizado sobretudo pela indústria automotiva para a produção de rodas de liga leve e componentes veiculares. A empresa, instalada em Barcarena (PA), é a segunda maior fabricante nacional da liga.


A PFA foi desenvolvida como um item de maior valor agregado, voltado para atender a indústria automotiva e desenvolvida a partir do alumínio primário com adição de quatro elementos: silício, magnésio, estrôncio e titânio. Em 2021, a Albras produziu 9.098 toneladas da liga, ou seja, quase o dobro do volume produzido em 2020, que foi de 5.459 ton. Para 2022, a previsão é a Albras produzir próximo de 14.000 toneladas.


Nos últimos anos, a Albras adquiriu equipamentos e capacitou recursos humanos específicos para fabricar a liga. Dentre as funcionalidades da PFA, ela pode ser usada na fabricação das rodas de liga leve de alumínio e de pistão para motores de automóveis, que é um cilindro sólido de metal, chamado de “coração” do motor de combustão interna.


Em meio à produção recorde, a Albras incluiu dois novos clientes na carteira de PFA, que são empresas instaladas no Brasil e que produzem manufaturados de alumínio, principalmente rodas para automóveis. A expectativa é consolidar a produção e fornecimento de PFA em 2022.


“Como esse produto é diferenciado em relação aos demais, fizemos vários investimentos na aquisição de novos equipamentos vindos da Europa; novo forno; qualificação de mão de obra local e na modernização do nosso laboratório”, conta André Fornaziero, gerente sênior da Fundição da Albras.


Segundo Fornaziero, o aumento nas vendas de PFA é resultado de fatores externos, ligados a novos direcionadores da indústria automotiva, e também da confiabilidade do produto da Albras. “Além disso, temos um time engajado com foco em integrar a produção com qualidade, segurança e sustentabilidade”, ressalta.


A PFA é um dos itens do atual portfólio de produtos da Albras. A empresa também fornece aos mercados interno e externo alumínio líquido, ligas especiais, lingotes de alumínio em liga P0610, P1015, P1020 e barramentos.

Sobre a Albras

A Albras é a maior produtora de alumínio primário no Brasil e desde 1985 alimenta os mercados interno e externo com lingotes de alta pureza. A Hydro é a principal acionista da empresa, com 51% das ações dessa joint venture. O outro acionista é a NAAC - Nippon Amazon Aluminium Co. Ltd., formada por um consórcio de empresas japonesas, tradings, consumidores e fabricantes de produtos de alumínio.


O alumínio fabricado pela Albras é comercializado ainda em forma líquida a um cliente de Barcarena, que o utiliza na produção de cabos, garantindo a verticalização do metal no Pará. Cerca de 70% da produção da Albras é fornecida ao mercado interno.


Por Assessoria de Imprensa.

Comments


bottom of page