top of page
  • Foto do escritorPará Comunica

Materno-Infantil de Barcarena promove semana especial sobre a Segurança do Paciente

Com dinâmicas e atividades lúdicas, colaboradores propagaram a importância das Seis Metas Internacionais de Segurança do Paciente no ambiente hospitalar

Esquadrão da Segurança envolve gestores nas Seis Metas de Segurança (Crédito: Pró-Saúde).

A data de 17 de setembro marca o Dia Mundial da Segurança do Paciente, e para reforçar a importância da data, nesta semana entre os dias 14 e 17/9, o Hospital Materno-Infantil de Barcarena Dra. Anna Turan (HMIB) realiza uma programação para profissionais e usuários para fortalecer a cultura de segurança institucional.


Por meio de treinamentos e dinâmicas lúdicas com equipes assistenciais e administrativas, o evento busca identificar e observar o que pode ser aperfeiçoado no ambiente hospitalar, em termos de segurança, ao mesmo tempo que capacita e fortalece conhecimentos sobre protocolos da unidade para um atendimento ainda mais seguro e de qualidade.


“Estamos reforçando a educação em saúde, com os protocolos embasados nas seis metas internacionais de segurança do paciente definidas pela Organização Mundial de Saúde (OMS). Anteriormente, fizemos treinamentos mais teóricos, agora, o lúdico vem para aprimorar essas capacitações de forma mais dinâmica”, explica Fernanda Oliveira, enfermeira do Núcleo de Qualidade e Segurança do Paciente (NQSP).


Dinâmicas envolvem equipes assistenciais e administrativas na ação (Crédito: Pró-Saúde).

As seis metas internacionais de segurança


As seis metas internacionais de segurança da OMS envolvem a identificação correta dos pacientes, melhoria de comunicação entre profissionais de saúde, melhoria de segurança do uso de medicamentos, garantia de realização segura de cirurgias e procedimentos, redução de risco de infecções associadas à higienização das mãos e o risco de danos causados por quedas de pacientes.


De acordo com Mônica Pantoja, analista de qualidade do NQSP do Materno-Infantil de Barcarena, a prática de capacitação de profissionais é um dos processos recorrentes para manutenção dos protocolos de segurança na unidade, assim como, a identificação e aplicação de melhorias e reforço de práticas que auxiliam na assistência de pacientes.


“Essa cultura de melhoria dos processos e de segurança do paciente precisa ser contínua, e envolve desde profissionais da ponta até a gestão. E nós entendemos esse tema como uma prioridade porque todos esses processos têm como objetivo entregar a melhor assistência em saúde ao nosso usuário”, afirma Mônica.


Semana de Segurança do Paciente (crédito: HMIB).


Programação lúdica e com dinâmicas


Para tornar o aprendizado ainda mais integrado, a equipe do Núcleo de Qualidade mobilizou gestores de áreas estratégicas da maternidade, com auxílio de um Esquadrão da Segurança, com alusão aos super-heróis, para sensibilizar colaboradores e propagar a cultura e educação da Segurança do Paciente por meio de atividades lúdicas.


“Cada equipe ficou com uma meta de Segurança do Paciente, e por meio de dinâmicas, avaliamos os colaboradores sobre nossos protocolos, metas e métodos. Os colaboradores ganham lembranças, palmas e homenagens, e se divertem enquanto aprendem junto aos profissionais de outras áreas. É um aprendizado integrado”, afirma Fernanda.


Entre as dinâmicas, os profissionais puderam aprender com perguntas e respostas de verdadeiro ou falso, com a Roleta de Segurança do Paciente, de higienização das mãos, bingo de seis metas, jogo de dados e telefone sem fio para comunicação efetiva. Todas as tarefas focadas em avaliar os conhecimentos dos profissionais.


Segundo Mônica, a partir dos resultados obtidos é possível avaliar e listar possíveis fragilidades nos processos assistenciais em diferentes áreas de atuação e gestão, também por meio de gestão de riscos, para tornar o atendimento, prestação de assistência ao paciente e apoio às equipes de cuidado ainda mais qualificado.


Inaugurado em 2018, o Materno-Infantil de Barcarena realiza atendimento 100% pelo SUS (Sistema Único de Saúde). A unidade integra a rede pública de saúde do Governo do Pará, sendo gerenciado pela entidade filantrópica Pró-Saúde, por meio de contrato de gestão com a Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa).


Nos quase três anos de funcionamento a unidade já realizou 4 mil partos e cerca de 165 mil atendimentos entre consultas, internações, exames e cirurgias. No mês que simboliza a luta pelo incentivo à amamentação, com a campanha Agosto Dourado, o Materno-Infantil de Barcarena se torna o primeiro hospital da Região do Baixo Tocantins a receber o título da Iniciativa Hospital Amigo da Criança (IHAC).


A certificação é concedida pelo Ministério da Saúde às instituições que cumprem os “Dez Passos” para o Sucesso do Aleitamento Materno, instituídos pelo Unicef (Fundo das Nações Unidas para a Infância) e pela Organização Mundial de Saúde (OMS), e os critérios de habilitação estabelecidos pela Portaria nº 1.153/2014.



Por Adrielle Lopes (Analista de Comunicação HMIB).

Yorumlar


bottom of page