top of page
  • Foto do escritorPará Comunica

Plano de saúde: campanha virtual é contrária ao rol taxativo


Crédito da foto: Assessoria de Comunicação.

Ministros vão definir nesta quarta-feira se rol de procedimentos e medicamentos da ANS é taxativo. O parlamentar Miro Sanova, que tem um filho autista, chama a atenção para o risco de recusa de terapias pelas operadoras e iniciou uma campanha nas redes sociais, mobilizando milhares de pessoas no Pará.


O Superior Tribunal de Justiça (STJ) deve retomar o julgamento de dois recursos que podem impactar a vida dos usuários de planos de saúde. A Corte vai definir se a lista de procedimentos de cobertura obrigatória para os planos de saúde, instituída pela Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS), é exemplificativa ou taxativa.


Caso a votação seja favorável, vai ficar a cargo das operadoras dos planos definirem ou não ser obrigadas a cobrir procedimentos não incluídos na relação da agência reguladora.


Com a proximidade do julgamento, as redes sociais passaram a ter uma intensa mobilização nos últimos dias. No Pará, o deputado Estadual convocou pais de autistas para ampliar a repercussão.


No Instagram e no Facebook, Miro Sanova chamou a atenção para os riscos ao tratamento de pessoas autistas, condição de seu filho, e pacientes de várias outras doenças que têm procedimentos e terapias negados pelas operadoras.


Por Assessoria de Imprensa.

Comments


bottom of page