• Rosiane Rodrigues

Projeto da Cufa Pará garante o almoço no Dia das Mães na periferia de Belém

Entrega de frangos congelados doados pela Aurora Alimentos garante o almoço do dia das mães na mesa das famílias em vulnerabilidade social da Região Metropolitana de Belém.

Crédito da foto: Renato Neves (Cufa Pará).

Nos dias 6 a 9 de maio a Central Única das Favelas (Cufa Pará) vai realizar a entrega de mais de 30 toneladas de frango congelado para o alimento das mães da periferia de Belém, doados pela empresa Aurora Alimentos.


A chegada dos frangos congelados aconteceu nesta quinta-feira, dia 06, na sede da Cufa Pará, em Icoaraci. O projeto vai beneficiar 7.500 famílias de baixa renda e serão distribuídos pelas mães da Cufa nos bairros de Mosqueiro e Santa Bárbara, ambos no dia 08 e em icoaraci, no dia 09, dia das mães.


Leila Palheta, coordenadora geral da entidade, reforça o compromisso com as mulheres chefes de família nas periferias de Belém, muitas que estão desempregadas e mantêm a casa com as doações da Cufa.


“É importante levar o alimento para a mesa dessas famílias que estão passando por dificuldade, ainda mais em um dia tão importante como o dia das mães”, reforça.


Crédito da foto: Renato Neves (Cufa Pará).

Compromisso


A fome e o desemprego são fatores que se agravaram durante a pandemia do Covid-19 e a necessidade de isolamento social, afetando principalmente a comunidade de baixa renda, principalmente mulheres que sustentam a casa.


Quase metade dos lares brasileiros são sustentados por elas, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), tanto que desde o início da pandemia, em 2020, o Brasil registrou 8,5 milhões de mulheres a menos fora do trabalho em comparação com o mesmo período do ano anterior.


Sobre a Cufa


Presente desde o fevereiro de 2020 no Estado do Para, a Cufa tem o foco de atender as mulheres em vulnerabilidade social que comandam seus lares e nesse período de dificuldade mundial, elas foram as que mais sofreram com os impactos da pandemia, tendo que cuidar de suas famílias compostas por crianças e às vezes, idosos confinados em casa.


Durante esse período de instabilidade política, financeira e sanitária, a Cufa Pará trabalha com foco nas periferias do Estado em parceria principalmente com o Instituto Viver Periferia, onde funciona a sede da Cufa, em Icoaraci.




Por Sara Santos (Assessora de imprensa da Cufa Pará e Instituto Viver Periferia).