top of page
  • Foto do escritorPará Comunica

Regional de Santarém começa a realizar cirurgias urológicas minimamente invasivas

Com o auxílio do médico, Mirandolino Batista Mariano, do Rio Grande do Sul, equipe médica é treinada para utilizar a videolaparoscopia nos procedimentos



Crédito da foto: Assessoria de imprensa


Durante dois dias, a equipe de médicos urologistas e residentes do Hospital Regional do Baixo Amazonas Dr. Waldemar Penna (HRBA), em Santarém, oeste do Pará, realizou quatro cirurgias com uma técnica minimamente invasiva, denominada videolaparoscopia.


Os procedimentos tiveram a orientação e o apoio do médico urologista Mirandolino Batista Mariano, do Rio Grande do Sul. Ele é doutor em Medicina pela Universidade de São Paulo (USP) e um dos precursores da técnica no Brasil.


“É uma grata satisfação para nós recebê-lo, uma honra. Ele iniciou o serviço de videolaparoscopia há muitos anos e é o responsável pela técnica de prostatectomia laparoscópica. Nós sempre realizamos as cirurgias abertas e a partir de agora vamos realizar também os procedimentos menos invasivos. É um aprendizado muito grande que vai fazer com que a nossa equipe desenvolva esses procedimentos com maior facilidade”, comemorou o vice-diretor clínico do HRBA, Alberto Mariano Gusmão Tolentino.


A cirurgia por videolaparoscopia é um procedimento que possibilita a abordagem dos órgãos internos por meio de pequenas incisões. É realizada com o auxílio de uma câmera conectada a uma ótica que é introduzida através da parede abdominal, e é manipulada com auxílio de pinças.


Na urologia, ela pode ser utilizada em vários tipos de procedimentos, trazendo uma série de benefícios aos pacientes, como menor tempo de hospitalização, retorno mais rápidos às atividades profissionais, menos dor e chance de infecção, entre outros.


“Há uma tendência mundial da migração das cirurgias abertas para os procedimentos minimamente invasivos. E essa migração coloca Santarém dentro do mercado nacional, porque pode oferecer essa tecnologia minimamente invasiva. Conseguimos fazer as cirurgias, foram um pouco demoradas porque aos poucos vamos criando as rotinas para os procedimentos. O nosso intuito é que os professores dominem a técnica e passem aos residentes, para que daqui a um tempo eles também consigam realizar as cirurgias. A meta é ofertar à população uma tecnologia de ponta para que o paciente não precise ir até Belém, Manaus, Palmas, ou mesmo São Paulo. Vai ter um serviço tão bom aqui que vamos inverter esse fluxo. As pessoas virão fazer essas cirurgias aqui”, explicou o médico Mirandolino Mariano.


Os procedimentos realizados foram considerados um sucesso e os pacientes se recuperam bem na unidade, que pertence ao Governo do Pará e é administrada pelo Instituto Mais Saúde. Outras visitas do médico gaúcho devem ser realizadas para continuar o treinamento da equipe do HRBA, até que os profissionais estejam totalmente capacitados para a utilização da videolaparoscopia.


“A gente vê que os pacientes estão muito bem, com a recuperação muito mais rápida. Fazemos de tudo para buscar a melhoria para os nossos pacientes, principalmente no pós-operatório, que percebemos que é bem melhor do que com as cirurgias abertas. Vamos precisar de mais treinamentos para passar essa técnica para os residentes também e contamos com o Dr. Mirandolino para nos ajudar com essa evolução, que com certeza é uma conquista muito grande para Santarém e região”, afirmou o urologista e cirurgião geral, Alberto Tolentino Sotelo Neto.


O HRBA disponibiliza cirurgias em mais de 20 especialidades médicas, como oncologia, ortopedia, neurocirurgia, transplantes renais, captação de órgãos, cirurgias cardíacas, cirurgias plásticas, entre outras. Referência no serviço para uma população de 1,4 milhão de pessoas residentes em 30 municípios da região oeste do estado, a unidade realizou nos sete primeiros meses deste ano 3.856 procedimentos cirúrgicos.


“Buscamos sempre a melhoria do nosso serviço, com foco no bem-estar dos nossos usuários. Já somos referência em cirurgias de média e alta complexidade, contamos com uma equipe médica muito qualificada e sempre queremos mais. A presença de um dos grandes nomes da urologia brasileira aqui na nossa unidade, orientando e treinando nossos profissionais sobre esta técnica minimamente invasiva, demonstra a importância do HRBA não só para o oeste do Pará, mas também para todo o norte do país. E quem ganha com tudo isso é sempre o nosso paciente”, destacou o diretor-geral do HRBA, Rodrigo Vieira.


Serviço - Localizado no oeste do Pará, o HRBA é referência em média e alta complexidade e presta serviço 100% referenciado, atendendo à demanda originária da Central de Regulação do Estado.


A unidade pertence ao Governo do Pará, sendo administrada pelo Instituto Social Mais Saúde, em parceria com a Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa), e fica localizada na Avenida Sérgio Henn, nº 1100, bairro Diamantino, em Santarém.






Por assessoria de imprensa

Comments


bottom of page