top of page
  • Foto do escritorPará Comunica

Segunda edição do projeto "Me Grava Salon Line" estreia com mix de Pop e Salsa

Bela Maria é a primeira revelação de 2022

Alexandre Manisck, Bela Maria e Max de Castro (Crédito da foto: Felipe Madeiros).

Diversos talentos surgem todos os dias na internet, mas nem todos têm a visibilidade que merecem para se tornarem reconhecidos pelo seu trabalho. Para trazer a público esses talentos musicais em 2021 a Salon Line criou o projeto “Me Grava Salon Line” que estreia agora a sua segunda edição.


Junto com a curadoria de Max de Castro, cantor, compositor, multi-instrumentista, produtor e arranjador brasileiro que tem projetos com artistas renomados como: Frejat, Paula Lima, Kid Abelha, Leandro Lehart e Tom Zé, dentre outros, a marca criou o projeto com o objetivo de abrir uma janela de reconhecimento e visibilidade para novos talentos musicais. Assim como na primeira temporada, a cada mês serão reveladas novas vozes que irão gravar um clipe com a direção do produtor, e também receber uma consultoria musical.


A primeira voz revelada para a segunda fase do projeto é a pernambucana de 20 anos, Bela Maria, doce, forte e plural, ela traz consigo aspirações artísticas, desde nova sempre teve o sonho de ser cantora, mas decidiu se aventurar nesse meio depois que aprendeu a tocar violão sozinha em 2020 e, então, não parou mais.


A cantora já conta com 5 músicas na plataforma de streaming Spotify: “Tenho alguns clipes lançados de forma independente com meus amigos, gravamos os 5 no mesmo dia, foi cansativo, mas entrei muito na vibe da música. Foi desafiador e também uma forma de autoconhecimento”, comenta.


Para o projeto Me Grava Salon Line, Bela gravou a canção Nosso Nós: “Essa música surgiu devido a uma desilusão amorosa. Me veio o insight de tornar esse sentimento em algo leve, transformar em uma canção que geraria identificação com quem ouvisse, porém trazendo essa leveza e ressignificando o que poderia ser um sentimento ruim”.


Para Max de Castro: “A Bela foi destaque na seleção pelo timbre de voz e o jeito que canta. Ela tem um carisma e presença artística muito grande, ficamos muito contentes com o resultado que chegamos na música! O grande destaque foi a composição dela, conseguimos chegar numa roupagem pop e refinada e, no final, ainda temos uma brincadeira, trazendo a salsa para a canção", afirma.


O idealizador, criador do projeto e Head de Criação da Salon Line, Alexandre Manisck, revela que começar a segunda temporada com Bela Maria, que significa beleza e mulher brasileira tudo junto, já demonstra o que vem pela frente: “A segunda fase é estreada por uma cantora pernambucana e por uma feliz brincadeira do destino, já que a primeira temporada teve sua abertura com Cacau Galvão, conterrânea de Bela. Ambas trazem o perfume e os sons da mulher nordestina e todos os sabores que a música brasileira tem. Bela Maria já é um acontecimento nas redes sociais e esperamos que seja para a vida e para o Brasil. Com certeza uma segunda temporada de um projeto tão importante que fomenta a cultura brasileira começa como merece."


O clipe da música “Nosso Nós” pode ser conferido no YouTube da marca.


SOBRE A SALON LINE

A Salon Line é uma marca 100% brasileira que está presente no mercado de beleza e cosméticos capilares desde 1995. São mais de 400 produtos distribuídos em 16 linhas, com foco em recuperação, tratamento, coloração, transformação e hidratação do cabelo - dos crespos aos lisos - sejam eles naturais ou com química. A marca apoia que cada pessoa busque sua própria beleza e quer estar lado a lado de seus clientes nesta descoberta. Seu posicionamento é “Transforme-se em você”: um dos principais pilares da Salon Line que incentiva as pessoas a assumirem sua identidade e aparência sem medo de julgamentos.


Isso possibilitou que a marca fosse a quinta empresa mais lembrada pelos consumidores quando se trata de empoderamento feminino, segundo estudo da MindMiners. Também apoia bandeiras como diversidade, liberdade, amor-próprio, além da desconstrução de padrões de beleza. Fazem parte do vasto portfólio as linhas #todecacho, Meu Liso, Maria Natureza, S.O.S Cachos e os elétricos Salon Line Pro e Universe, com secadores, pranchas, máquinas de corte, modeladores e escovas. A Salon Line conquistou o prêmio Atendimento de Ouro em 2018, pela Associação Brasileira das Relações Empresa Cliente, e o Prêmio Atualidade Cosmética, em 2016, que é consagrado como o “Oscar da Beleza” na América Latina. Além disso, a marca tem uma forte base de interações nas redes sociais, em 2019 a Salon Line conquistou o posto de uma das empresas que mais tiveram interações no Facebook, segundo levantamento da Social Bakers.


SOBRE MAX DE CASTRO

Este carioca, quase paulistano, se interessou por música ainda na infância e foi influenciado por seu pai, o genial Wilson Simonal, o primeiro popstar negro do Brasil. No final da década de 1990, participou do projeto Artistas Reunidos, ao lado de seu irmão, Wilson Simoninha, de Jair Oliveira, Luciana Mello, Daniel Carlomagno e Pedro Mariano. Este projeto rendeu um disco e apresentações em festivais internacionais de música. Em 2000, Max de Castro lançou o seu primeiro álbum solo, Samba Raro, festejado pela crítica especializada e por artistas já consagrados como Jorge Ben Jor e Ed Motta. O disco, produzido, tocado e arranjado apenas por ele, apresentava uma mistura moderna de música eletrônica, soul, samba e bossa nova e lhe rendeu o prêmio de Artista Revelação, da Associação Paulista de Críticos de Arte - APCA. Neste mesmo ano, Max foi considerado pela revista Time - uma das publicações mais respeitadas do mundo - como "O talento musical mais original surgido no Brasil nas últimas três décadas". Após a boa repercussão internacional de seu trabalho, Max tem tocado regularmente fora do país. No ano seguinte, Max de Castro produziu músicas para Frejat, Paula Lima, Kid Abelha, Leandro Lehart e Tom Zé e criou remixes para Ed Motta, Fernanda Porto e o grupo americano Wax Poetic, com a participação da cantora americana Norah Jones.


Por Assessoria de Imprensa.

bottom of page