top of page
  • Foto do escritorPará Comunica

Tasha & Tracie são confirmadas no Festival Psica 2021

Revelação do RAP, as gêmeas são grandes representantes da voz feminina no gênero

Crédito da foto: @stefflima.

A dupla de MC’s Tasha & Tracie estão confirmadas no Festival Psica 2021. Um dos nomes mais comentados da nova cena hip hop brasileira, as gêmeas se apresentam na programação da 9ª edição do evento, realizada nos dias 17 e 18 de dezembro. Elas se juntam aos outros três nomes que já estão escalados para a festa: Chico César, Marina Sena e Fruto Sensual. O Festival Psica 2021 tem patrocínio da Natura Musical, por meio da lei estadual de incentivo à cultura do Pará (Semear).


Usando a poesia e a música para empoderar jovens mulheres negras, os versos de Tasha & Tracie ganharam o Brasil através do seu público estritamente feminino que se identificou de cara com a força que elas evocam. Grande aposta do momento, elas foram indicadas na premiação da MTV Miaw na categoria Beat BR, com o primeiro trabalho solo, o EP “Diretoria”, lançado em agosto deste ano. Antes dele, elas trazem uma coleção de singles com videografia que mostram o orgulho, beleza e estilo da periferia. Em um novo momento da carreira, agora elas ocupam a programação de diversos festivais de médio e grande porte.


“A gente não conhece Belém, é a primeira vez que a gente tá indo. Eu já vi um pouco sobre a culinária, sobre a música e a gente tá muito ansiosa pra conhecer a cidade, os nossos fãs. A gente nunca conheceu fãs de tão longe”, confessa Tasha, animada. Dentre esses fãs, muitas mulheres e outras MC’s são inspiradas pelas letras que elas colocam em cima dos beats. “Cada dia surge mais meninas fazendo rap e a gente vê que as letras delas se inspiram muito no que a gente escreve; quando elas falam com a gente, sempre pedem conselho sobre como escrever, de como ser uma rapper melhor… é lindo ver como a gente inspira outras minas, porque a gente já foi inspirada por elas que vieram antes de nós”, explica Tracie.


SEGURANÇA

Seguindo os protocolos da Organização Mundial da Saúde, das entidades de saúde do Estado do Pará e do Município de Belém, o evento será realizado ainda em 2021. Além dos shows, montados em Belém, o Festival oferece uma programação formativa que, pela primeira vez, será itinerante, levando conhecimentos sobre produção cultural e de eventos para outras regiões paraenses. A confirmação do Festival traz esperança de uma nova fase para a arte periférica na cidade e para os artistas do cenário independente, que ainda sofrem com falta de incentivos e baixa procura por apresentações ao vivo.


“Além de servir como um incentivo à vacinação, a volta dos shows é muito importante para a cadeia produtiva do estado, que sofreu um baque enorme com a pandemia. É preciso voltar ao trabalho, mas com muita cautela e respeitando todos os protocolos de prevenção e combate ao covid. Vai ser incrível entregar esse evento em comemoração a uma Belém 100% vacinada. Estamos muito otimistas e cheios de confiança que vai dar tudo certo”, prospera o diretor do festival, Jeft Dias.


As vendas de Passaportes Psica, que garante os dois dias de evento, estão abertas pelo site ingresse.com/psica2021. Quem garantir o ingresso agora, no lote “às cegas”, paga um valor em conta e ainda ajuda o festival, depois da crise de saúde que afetou toda a cadeia cultural no Brasil e no mundo. “A ideia é criar uma rede de consumidores fiéis do festival que confiam plenamente no nosso trabalho e por isso compram antes de todo mundo, sem nem ao menos saber o que vem pela frente”, explica Gerson Junior, diretor do evento.


PROGRAMAÇÃO CONFIRMADA

Tasha & Tracie se juntam à escalação que já têm Marina Sena, Chico César e a banda Fruto Sensual no line up. Com o disco “De Primeira” recém lançado, Marina Sena foi um dos nomes mais pedidos pelos fãs do festival nas redes sociais. As músicas dançantes, quentes e com toda a irreverência de sua voz, conquistaram o coração de muitos fãs de música pop e da nova MPB. Fã de Calypso, Marina disse que a química bateu com Belém e com seu povo acolhedor, quando veio fazer show em 2020, ainda com a antiga banda, Rosa Neon. “Eu não vejo a hora de poder cantar essas músicas pra galera e ver todo mundo dançando e cantando junto. Ainda mais em cidades com uma energia tão vibrante como é Belém. É uma honra pra mim poder tocar aí”, conta a artista, animada.


Desde a década de 90, quando lançou o delicado “Aos Vivos”, Chico César comoveu e encantou o Brasil com sua poesia e seu canto que tem Paraíba, São Paulo e Pará como influências. Recentemente, sua música “Deus Me Proteja” ocupou as rádios e as redes sociais depois que a vencedora do BBB21, Juliette, tomou a canção como tema de sua saga no programa. Agora reconhecido por uma nova geração, Chico César se consagra como um dos compositores mais importantes da história recente da MPB, sempre cantando a beleza, a história e o orgulho de ser afro-brasileiro.


Quem já conheceu a mistura inusitada da programação Psica foi Valéria Paiva que, mais uma vez, irá subir no palco do festival, cantando para fãs de música pop e de metal mas que não deixam de ser bregueiros e sabem de cor as músicas clássicas da Fruto Sensual. Desse show, ela lembra que "foi um misto de sensações impressionantes. Primeiramente fiquei tensa, fiquei ansiosa, depois fiquei surpresa e grata. Foi maravilhoso porque eu nunca imaginei que esse público fosse abraçar minhas músicas da forma que abraçou. Até hoje em todas as minhas entrevistas eu falo com um carinho especial desse dia que eu cantei no Psica", conta.


FESTIVAL PSICA 2021

17 e 18 de dezembro

Acompanhe novidades nas redes sociais do evento:



Por Gustavo Aguiar (Assessoria de Imprensa).

Comments


bottom of page