top of page
  • Foto do escritorPará Comunica

Abertura do Curso A arte de Doular


(Crédito da foto: Divulgação)

Amazonida produtora e Coletivo MãeDalas, criam O primeiro Curso de formação para Doulas e Educadoras Perinatais da Amazônia, Reconhecido pelo MEC com Estágio Supervisionado na Rede SUS. Em parceria com a Federação das Doulas do Brasil, Secretaria de saúde de Castanhal, Governo do Estado, Fundação Santa Casa de Misericórdia, UNICAP (Universidade Católica de Pernambuco), Através do CAC (Centro Alternativo de Cultura) e organizações de Saúde e Cultura na Região metropolitana de Belém. O Curso será na modalidade presencial com estrutura curricular essencialmente Regional, para uma formação humanizada das raízes Amazonicas para a Amazônia. Valorizando os profissionais técnicos da Área da saúde local e os conhecimentos tradicionais das mestras de saberes populares das parteiras que ainda vivem nos interiores do Estado.


A palavra “Doula” vem do grego e significa “mulher que serve”. Mundialmente este nome aplica-se às mulheres que dão suporte físico e emocional a outras mulheres, antes, durante e após o parto. No parto, o papel da Doula é oferecer suporte emocional por meio da presença contínua ao lado da parturiente e encorajamento. É papel da Doula também oferecer medidas de conforto físico por meio de métodos não farmacológicos, como: massagens, relaxamentos, técnicas de respiração, banhos e sugestão de posições e movimentos que auxiliem o progresso do trabalho de parto e diminua a dor e/ou o desconforto. Orienta o casal e a família sobre o parto e pós-parto, explica os procedimentos comuns e ajuda a mulher a se preparar física e emocionalmente para o parto.


Em 15 de Fevereiro de 2022, a Organização Mundial da Saúde OMS atualizou e divulgou as novas recomendações de atenção e incentivo às mulheres grávidas ao parto normal, que tem como proposta principal a diminuição das intervenções médicas desnecessárias. Colocando o papel da doula como uma das recomendações principais.

A atuação da Doula no parto pode diminuir em 50% as taxas de cesárea, em 20% a duração do trabalho de parto, em 60% os pedidos de analgesia e em 40% o uso da ocitocina.


A Arte de Doular

A arte de Doular nasceu da parceria entre A Doula e Artista Marluce Araújo ( Coletivo MãeDalas) e a Naturopata e Historiadora Danielle Souza (Amazonida Produtora), no propósito de formar Doulas para atuar no Estado, principalmente na rede SUS. A Priore, o curso havia sido idealizado, em ser uma formação de Doulas com foco em técnicas das Pics (Práticas Integrativas e Complementares em saúde ) no propósito de diversificar a atuação da Doula. Foi então, que ao tomar contato com a federação das Doulas (Fenadoulabr), descobriram que a formação precisava cumprir protocolos específicos, diante da aprovação do PL 3946/2021 que dispõem sobre o exercício da profissão da Doula. Então, o curso ganhou uma estrutura e volume maior do que o imaginado. Agora numa formação de fato completa, reunindo disciplinas técnicas da ocupação, prática supervisionada e disciplinas em políticas e humanização na Amazônia, com foco nos conhecimentos tradicionais e científicos. O curso contará com professoras de áreas interdisciplinares, tais como: Enfermeiras Obstétricas, Médica obstétrica, Doulas, Historiadora, Artista, Antropóloga e notório saber de Parteiras.


O Curso será certificado em formação inicial e Continuada em Doula e Educadora Perinatal embasada nas Diretrizes da Federação das Doulas e PPP Próprio (Projeto Político Pedagógico). Formará Doulas em 5 meses de estudo prático/Teórico de 120h e Estágio supervisionado de 80h. Ainda contará com visita técnica ao Centro de Parto Normal Haydee Pereira Sena-CPN, em Castanhal.


Cronograma:

🍀11 e 12 de Junho

🍀25 e 26 de Junho

🍀13 e 14 de Agosto

🍀10 e 11 de Setembro

🍀Setembro e Outubro (Visita técnica e Estágio Supervisionado)

🍀31 de Outubro (Trabalho de conclusão)


✨REALIZAÇÃO

@amazonidaprodutora

@coletivomaedalas

@centroalternativodecultura


✨CONTATOS:

@daniellenaturopata (91) 99921-2790

@marluce_mardeluz (91) 98350-4696



Por Assessoria de Imprensa


Comments


bottom of page