top of page
  • Foto do escritorPará Comunica

Como se preparar para planejar a carreira em 2022

Profissionais explicam como se adaptar ao cenário pandêmico e se preparar para as oportunidades no mercado de trabalho

Equipe de Segurança do Trabalho da MRN (Crédito da foto: Assessoria de Comunicação).

Criar um cenário de possibilidades, com investimento em qualificação profissional e tecnologia, é uma forma de se preparar para a carreira. Um desafio que aumentou em tempos de pandemia e isso foi visto de perto dentro de grandes empresas, que tiveram que remodelar seus processos de gestão de pessoas adaptando-os a uma nova realidade. E como você está se preparando para as mudanças desse mercado cada vez mais concorrido?


Luciane Mello, gerente de Desenvolvimento de Pessoas da Mineração Rio do Norte, empresa que opera bauxita em Porto Trombetas, no Oeste do Pará, destacou que para valorizar mais ainda seus empregados e receber outros que viriam de processos seletivos, foi necessário pensar não somente nas habilidades técnicas e capacitações desses profissionais. A MRN teve que redesenhar estratégias com o objetivo de reforçar a cultura organizacional e se adaptar aos cenários e desafios que vieram com a pandemia de Covid-19, e aceleraram as mudanças no mercado de trabalho e as escolhas profissionais.


Segundo a gestora, o cenário atual fez com que a aquisição de novas tecnologias, principalmente no meio digital, se tornasse imprescindível para a perenidade dos negócios. “Já falávamos de transformação digital enquanto indústria, antes mesmo da pandemia, contudo, as gerências também se adaptaram. A pandemia exige, por vezes, uma gestão feita à distância, novas tecnologias tanto para alcançar os clientes quanto para conectar os times, novos conhecimentos sobre segurança, legislações e obrigatoriedades e um olhar mais atento e acolhedor ao nosso profissional”, complementa.


Essa realidade fez com que Eliene dos Santos, 43 anos, quilombola da comunidade Boa Vista, que, atualmente, reside em Porto de Trombetas, investisse mais na sua carreira e se adaptasse às possibilidades dentro da sua área. Eliene faz parte da MRN desde 2019, e trabalha como Técnica de Segurança do Trabalho desde janeiro deste ano, quando recebeu sua primeira promoção. “Foquei em aprender, me especializar, estudar as possibilidades da minha área e da empresa onde atuo. Já estou na minha terceira graduação. Atualmente, estou finalizando o oitavo semestre em administração e, também, o terceiro semestre de engenharia de produção, tenho ainda, formação em cursos técnicos em gestão, meio ambiente e segurança, que foram imprescindíveis para minha atuação na empresa. O resultado foi a minha primeira promoção. A minha dica é se adaptar e investir em educação”, disse com alegria.


O sentimento de alegria também é vivenciado por Georgia Nolasco, 30 anos, natural da cidade de Vitória (Espírito Santo). Ela participou do Programa de Trainee da MRN, em 2021, uma das iniciativas que representou o compromisso com a diversidade, trazendo novos talentos para apoiar na construção da história da empresa. A profissional ressaltou que sua escolha ao programa foi por ser direcionado à área de engenharia elétrica, sua formação, além de ter oferecido a possibilidade de uma experiência imersiva na Amazônia. “Eu foquei em conhecer a empresa, o contexto que ela estava inserida e as entregas que ela tem para a sociedade, e me preparei para participar desse propósito”, enfatizou Georgia, que foi recentemente contratada pela empresa, como uma forma de reconhecimento e valorização do seu trabalho, antes mesmo do encerramento do Programa de Trainee, previsto para outubro deste ano.


“Está sendo uma oportunidade única para a minha carreira, principalmente, pelo crescimento na parte mais técnica, porque é um aprendizado diário e com a vivência na indústria. Entender como você pode contribuir, por meio das suas habilidades e competências, com a perenidade da empresa é essencial, e isso só é possível se conhecendo e entendendo que marca você quer deixar no mundo, para tornar ele cada vez melhor. Acredito que isso é fundamental para se preparar para o mercado hoje em dia”, destaca.


Desenvolvimento de Pessoas


Segundo Luciane Mello, desde 2021, a MRN utiliza novas abordagens para uma aprendizagem transformada digitalmente, acelerando o desenvolvimento de novas habilidades nas pessoas e impactando positivamente os resultados da empresa. “Temos uma plataforma interna de aprendizagem que foi reestruturada em função dos desafios atuais e da necessidade permanente de desenvolvimento de nossos profissionais. A nova proposta mantém nossos empregados no centro do processo para serem protagonistas de seu próprio desenvolvimento”, afirma.


O novo modelo, construído a partir de pesquisas feitas com os empregados, viabiliza autonomia, personalização e mobilidade no processo de aprendizagem, adaptado para os profissionais, com horários distintos, tecnologia e formatos diferenciados. “Acreditamos que para mantermos nossos profissionais sempre alinhados e usufruindo das melhores metodologias, precisamos estar sempre à frente em relação ao desenvolvimento de pessoas, dessa forma, estamos continuamente buscando novas soluções para suportar a carreira de nossos empregados”, revela.


Por Assessoria de Imprensa.

Comments


bottom of page